quinta-feira, 16 de agosto de 2012

A constante inconstância do ser.

Frequentemente escuto pessoas dizendo que pessoas não mudam. São elas dizendo que elas não evoluem (um tiro no pé). Não venho aqui dizer se estão certas ou erradas. O que eu sei? Mas penso que a vida é transitória. E assim também são as vidas, as pessoas. Somos seres transitórios assim como a vida é; estamos em constante processo de mutação. Dizer que as pessoas não mudam, é dizer que não aprendemos. Talvez alguns realmente não aprendam nada com a vida, mas não acredito nisso como uma regra geral. Algumas pessoas aprendem eventualmente, no final. Algumas pessoas aprendem coisas ruins ao invés de aprender coisas boas e construtivas. Mas também, o que é aprendizado bom ou ruim? Existe isso? Is there such a thing?

Situações mudam. Conhecemos pessoas novas. Re-conhecemos pessoas velhas. Vivemos. Nós todos vivemos. Até mesmo dentro de casa, sozinhos. Pensamentos nos mudam. Somos mutáveis. Não estáticos. Prova disso está na história, na sociologia, na psicologia, na tecnologia. Nas mudanças de conceitos, de pre-conceitos. Podemos manter algumas características, mas isso não quer dizer que não mudamos em nada. Talvez aquele defeito ou qualidade muito marcante de sua personalidade permaneça, mas isso não quer dizer que outros defeitos e qualidades não mudem também. Aliás, manter nossa identidade é fundamental. Mas seres humanos são os seres mais capazes de adaptação que existe. Adquire-se conhecimento, compartilha-se também. A cada felicidade, dor, decepção e esperança, mudamos um pouco a nossa forma de ver o mundo, e consequentemente, mudamos nossa forma de pensar, agir e viver. 

Dizer que as pessoas não mudam, é dizer que somos burros empacados. É dizer que não saímos do lugar, ou ainda que andamos em círculos. Mesmo andando em círculos, nunca andaremos sempre da mesma forma. Já ouvi dizer: "as pessoas não mudam, elas apenas melhoram ou pioram". E isso não é mudar??? Talvez algumas pessoas mudem para pior, ou para melhor; mas elas mudam. Não estudei sobre isso, e nem venho dizer que sei muito sobre a vida para falar sobre isso. Mas acredito que todos, estudantes do assunto ou leigos, temos o poder de percepção e avaliação, mesmo que algumas vezes equivocada. Com essa minha capacidade de percepção, acredito que as pessoas mudam sim. Talvez a mudança não seja significativa aos olhos de outras pessoas, mas para nós, os que mudam (todos), ah! faz toda a diferença. 

Um comentário:

  1. Concordo com o texto. Talvez os que dizem que "as pessoas não mudam" queiram se referir inconscientemente a ideia de que "a natureza humana não muda".

    ResponderExcluir