terça-feira, 31 de agosto de 2010

De dentro para o mundo

Saia da Vossa Senhoria
O mundo é muito mais do que iguaria
O interior deve se exibir
Quando se tem riqueza para compartir

O nosso mundo so é mundo
Quando deixamos que seja profundo
Aos olhos de quem quer ver
O profundo se faz por merecer

A matematica da vida nos engana
E a vida passa sem historia ou gana
E assim a ciencia é passageira
E a nossa filosofia nunca é derradeira

Saber viver ainda sim uma incognita
E no mais, tudo fica para tras
E por isso a quem quiser ouvir eu digo
Tudo é caminho, e por isso eu sigo

Sigo enquanto isso
Sigo para aonde meus pés me levam
Pés sabios guiados por dois extremos
E os dois sempre se revelam

Nao somos so alma
Nao somos so razao
Expandir horizontes é consequencia
Resultado dessa vida, iminencia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário