quinta-feira, 29 de julho de 2010

Preterito mais-que-perfeito

Quando no final da minha vida eu olhar pra tras quero ver que minha vida teve sentido, para mim e para outras pessoas. Viver so por viver nao faz parte dos meu planos, mesmo que eles sejam incoerentes. O problema nao esta em cometer grandes erros, o problema provavelmene esta em nao aprender nada com eles; quero quando no final da minha vida, ter aprendido e ensinado. Nao somente ensinar o que eh present perfect ou quando usa-lo, mas compartilhar conhecimentos que so a experiencia traz. Quero ter me arrependido de muitas coisas, porque assim saberei tive escolhas e que mesmo eu tenha escolhido as opcoes erradas, eu terei tomado alguma decisao importante ao inves de deixar simplesmente nas maos do destino. Quero afirmar no final de tudo que fiz o que fiz por julgar o melhor para mim, e nao por ser aquilo que todo mundo julga melhor para todo mundo. Quero poder chorar de saudade de tempos que jamais voltarao; isso vai ser a confirmacao de que vivi uma vida feliz independente dos momentos dificeis. No fim da linha quero ter esquecido nomes, pois assim saberei que conheci tanta gente que a minha pouca memoria idosa nao vai conseguir comportar. Quero contar historias que fascinem as proximas geracoes. O meu grande sonho eh poder dizer que aproveitei as chances, que trabalhei ate nao aguentar mais, que bebi ate nao aguentar mais, e que chorei e engoli o choro. Quero achar o equilibrio no fim da minha vida, porque tenho certeza que durante eu nao acharei, isso exige muita sabedoria e nao tenho pressa de passar da fase do aprendizado. Quero olhar para toda a minha historia e rir dos problemas que tive, pois naquele momento nenhum deles sera tao importante assim, eu estarei indo embora. Pensar nesse momento so faz sentido por uma razao, a hora eh agora e se eu quiser ter isso tudo no final da minha vida, eu tenho que construir agora. O amanha, ate que ele seja hoje, nao existe. O final da minha vida pode ser a qualquer momento, mesmo que isso choque, a verdade eh que realmente nao sabemos. Espero fazer por merecer estar aqui e nao simplesmente ocupar lugar no mundo. Na minha ingenua e egoista concepcao, nao acredito que seja necessario salvar vidas ou transformar o mundo para fazer merecer a passagem pelo mundo das materias, mas sim fazer uso de tudo que existe contanto que nao seja contra alguem ou alguma coisa. Viver a vida ja eh uma forma de agradecer. Ficar parado pensando em maneiras de se mudar a Historia nao muda a Historia de fato.

domingo, 25 de julho de 2010

Um ser insuportavel

Nao sei quantas vezes ja ouvi que sou insuportavel. Nunca falei sobre isso, mas eu fico realmente incomodada, porque eu sou o tipo de pessoa que nao importa o quanto eu me esforce, sempre vou fazer tudo errado, sempre vou desagradar. Tento viver boa parte da minha vida sem pensar nos detalhes, mas quando se ouve varias vezes de varias pessoas a mesma critica, eh pq alguma coisa ta errada. E nao adianta eu dizer que vou mudar, porque eu ja mudei muito dentro de mim, e ninguem ve essa parte. As pessoas so veem o que realmente as interessam, e criticar eh muito bom, eh so dessa parte que elas lembram, dos defeitos. Eu sei que tem gente que me ama, e ama meus defeitos, mas eh chato saber que me aturam. Prefiro viver reclusa a ser suportada em qualquer nivel que seja. Tambem nao quero agradar a todos, nao vou viver minha vida em funcao de outras pessoas, tenho muito mais o que fazer. A vontade que da, eh de cumprir minhas obrigacoes e so, sumir do mapa e mandar todo mundo que disse q eu sou insuportavel pro caralho, porque eu nao to pedindo o carinho de ninguem, nem estou desdenhando. Quero que gostem de mim e dos meus defeitos, mas essas pessoas entendem o que quer dizer insuportavel? Ser suportavel ja eh terrivel, insuportavel, eh o maximo que se pode... Nao entendo, nunca pedi que me aturasse, atura porque quer. Ja ouvi isso de amigos e familiares, e a vontade que da eh de mandar todo mundo se fuder e dar um bom motivo pra me chamarem disso, e sumir da vida de todos eles, e poupa-los o trabalho de me suportar. Mas como eu disse, tenho muito mais o que fazer...tenho meus planos e nao vou desestruturar minha vida porque pessoas que eu gosto nao gostam de mim, isso nem eh um problema de verdade. Problema de verdade eu acho que nem tenho nocao do que seja, nunca passei fome nem estive na guerra. Sabe pq eu sou insuportavel? Porque tenho personalidade forte, e as pessoas gostam daquele tipo de pessoa que concorda com tudo, que ta sempre feliz e sorrindo pro mundo, so que eu nao sou assim, e se isso me torna insuportavel e elimina todas as minhas outras miseras qualidades, entao caralho...fudeu. Repito, nao importa o quanto voce se esforce, nao importa o qnt voce mude, nao importa a parcela de bondade que voce tem no coracao, as pessoas insistem em destacar o que voce tem de ruim, e te machucam dizendo isso sem a minima consideracao, nem escolhe como usar essa palavra... Mas claro, estou sendo bem sensivel nesse post, em qualquer outro dia eu falaria "obrigada pela critica, ate mais", mas hoje nao...hoje estou tratando desse assunto como se fosse um problema real. Talvez seja um problema real. So que o mundo nao vai parar pra eu me lamentar, ja perdi tempo demais sendo amarga aqui. Obrigada a quem chegou ate o final do texto, ate mais.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Flores no deserto

Independe o lugar que voce vive, nao importa escapar pra bem longe, os seus sentimentos nao somem de dentro. Nao da pra se esconder de si mesmo. A nossa cabeca deve ser o melhor lugar pra se habitar. Eh nela que temos que ter tudo bonito e rico. Eh na mentalidade de que so voce pode fazer sua vida melhor e nao o exterior, que voce aprende a ser feliz. Claro que pessoas e situacoes nos deixam mais alegres, mas a felicidade requer mais do que isso, ela pede que voce saiba construi-la mesmo que as condicoes nao sejam das melhores. Voce nao precisa ser nem um pouco sao pra ser feliz, nao precisa de habilidades especiais, nem precisa que todos te achem certo em tudo sempre, voce precisa de leveza, de vontade de viver. Cada momento, por mais piegas que isso soe, eh como um presente, o proximo segundo pode nao existir. Entao seja feliz por existir, por fazer parte de toda essa comedia de mundo, onde todas as pessoas sao tao ridiculas e legais. Tenha certeza de que no fim da linha voce vai olhar pra tras e pensar que tudo bem se for a hora do adeus, porque voce viveu cada momento com tudo que podia. Nao sou motivadora emocional, nem acho que tudo eh uma grande festa, mas a gente nao leva nada com a gente depois que morre, a nao ser a agradavel sensacao de missao cumprida, de vida vivida, de ter sido uma pessoa completa, de ter realmente tido a experiencia de se estar aqui e nao simplesmente ser figurante da sua propria novela. Ser jovem nao quer necessariamnete ser novo e inexperiente, ser jovem eh olhar pra vida com olhos famintos. A felicidade eh um dos poucos sentimentos que se pode escolher ter ou nao, porque independente dos outros sentimentos ela pode existir, se voce quiser.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Importancia relativa

Ate que ponto coisas e pessoas sao realmente importantes? Eu tendo a achar as pessoas mais superficiais nao pelo fato de gostarem de filmes que nao sao considerados cult ou que nao falam sobre polictica, mas pelo nivel de preocupacao que ela tem sobre o que as pessoas acham dela, ou a importancia que ela da a coisas que de fato nao deveriam nos estressar tanto durante a vida. Levar a vida a serio nao precisa ser ao pe da letra. Porque a vida passa. Pense em quantas coisas voce fez porque realmente queria. Pense em quantos momentos bons disperdicou porque estava muito ocupada se preocupando com trabalho, ou com brigas, ou com qualquer outra coisa insignificante. Preocupe-se em ser um ser humano melhor, preocupe-se em ser mais feliz e mais saudavel, preocupe-se com a sua mente, mas nao com todo o resto que nao vai com voce quando voce morrer. Entra ano, sai ano, e deixamos pra tras milhares de coisas que gostariamos de ter feito, mas deixamos pra depois porque estavamos muito aterefados. Todas as obrigacoes sao necessarias, elas constroem nosso lado responsavel, mas nos nao podemos ser 100% de nada, somos feitos de partes que quando unidas nos fazem ser diferentes de todo o resto. Saiba fazer essas divisoes de voce msm, nao tente ser so uma coisa e pronto. Ser radical so eh bom em outros contextos da palavra, seja varios, seja qualquer coisa que te de a oportunidade de ser mais feliz, ate msm se ser estressado te faz feliz, mas sempre procure caminhos diferentes, talvez esse outro te torne mais feliz do que voce nunca conseguiu imaginar ser.

terça-feira, 6 de julho de 2010

Tribute to my dear loving students

"We are gathered in life, living as society members, and acting like them. Nevertheless, we are individuals who have different opnions and preferences, which does not mean we are not alike. Our stories are different, our tastes are weird to one another, and somehow we still continue to bond with people around us. It is not of great experience if you live your life thinking of the end. The semester has ended, but only the semester. Your lives are much more to be lived. And if something was great in this semester which shall end, it was the fact that I made part of your lives, and you made a grand part of mine as well. It was of a great importance to teach you and to learn with you. It does not matter how different we are, it does not matter what intentions you have here in class or in life in general, live it. Life is too short to be bitter."


To those who made my days brighter.

domingo, 4 de julho de 2010

Egocentrismo

Nao que as pessoas queiram saber,nao que seja interessante e nao que nao seja normal e obvio, mas eu vou escrever sobre mim. Com certeza nao vai ser tao fiel ao que eu sou, porque com certeza eu tenho uma visao deturpada sobre mim mesma. Entao nao sera um texto sobre mim, sera um texto sobre o que eu penso ser. Sou nova com uma personalidade velha, visao de mundo muito complexa e nao acredito nas coisas que mais gostaria de acreditar. Sou viciada em chocolate, cigarro e internet. Nao gosto de ler, mas adoro escrever. Sou egoista e infantil, e contraditoria tambem, porque acabei de falar que tenho personalidade velha. Sim, acho que uma das minhas grandes caracteristicas eh ser contraditoria. Tai o motivo do nome do blog. Fantasio muito as coisas, e quando elas comecam a virar realidade eu desisto de vive-las. Tenho muitos amigos e poucos deles sao de verdade. Detesto reunioes de familia, mas quando morei nos estados unidos foi da minha familia que mais senti falta. Sou grossa e teimosa. Sou calada dentro de casa, mas cheia de opnioes pelo mundo. Sou critica. Bebo muito. Tento reafirmar minha juventude sempre que posso, apesar de achar que ela ja passou. Sei dar conselhos, mas nao pra mim mesma. Gosto de filmes, mas nao vejo porque alguem disse que eh bom. Nao gosto de prova de multipla-escolha. Gostaria de nao poder comer carne, quando morar sozinha tentarei. Quero morar sozinha, e ao mesmo tempo tenho medo de ficar sozinha em casa. Sei escutar as pessoas, mas so realmente absorvo o que me interessa. Apesar de demonstrar nao ter sentimentos, sou muito sensivel. Tenho a personalidade do meu pai, e ate ter os defeitos dele me agrada. Sou narcizista. Queria ter uma vida saudavel, mas faco tudo que vai contra isso. Detesto malhar, mas adorava praticar muay thai. Me importo demais com minha aparencia, mas nao cuido muito dela por me dedicar muito mais ao trabalho e aos estudos do que a ela. Adoro dar aula, mas nao gosto de preparar as aulas. Fui jogada na minha profissao, e acabei gostando muito dela. Sonhei a minha vida toda em ir pros Estados Unidos e qnd cheguei la me decepcionei. E agora quero voltar pra la. Sou extremamente desorganizada. Sou espirituosa. Rio das coisas mais serias e choro pelas coisas mais bobas. Nao tenho pena de deficientes fisicos, e nem de crianca, mas fico muito irritada se implicam com animais. Nao jogo lixo no chao. Nao gosto de enfrentar problemas. Sou calma por fora e muito estressada por dentro. Nao tenho paciencia pra muitas coisas. Adoro rock antigo. Ja fiz muitas coisas que nao quis so pra agradar. Ja fui quem nao quis ser porque o ambiente pedia. Sou uma pessoa facil de lidar, mas dificil de conviver. Consigo falar mais dos meus defeitos do que das qualidades. E tenho certeza de que muitas coisas nunca mudarao em mim, outras mudam a cada dia. Mudo de temperamento de uma hora pra outra sem motivo algum. E seriam linhas e linhas mais falando sobre mim sem chegar a conclusao nenhuma. Estou inacabada e acho que todos estamos. Acho que o dia que sabemos quem somos e ponto final, eh o dia do ponto final.

Filme de horror.

Queria poder ver minha vida fora de mim. Olho muito ao meu redor e quanto mais presto atencao no lado de fora, menos consigo analisar o lado de dentro. Alguem ja disse que os olhos sao a janela da alma. Que estupidez. Olhos mentem, os meus olhos confirmam. Para olhar para um mundo tao raso, feito de uma maioria tao superficial, eh necessario encobrir os olhos com o que nao se eh, caso contrario voce desperdica seu real interior com quem nao sabe aprecia-lo. Como disse, gostaria de poder ver minha vida fora de mim. Sem meus sentimentos me confundindo, ter um olhar mais critico sobre mim do que sobre o mundo. Falar das coisas e das pessoas eh facil quando se tem um minimo de discernimento. Para criticar quem se eh se faz necessario muito mais que juizo. A todos que julgam, inclusive a mim, se faz parecer que somos os unicos dferentes no mundo , e a realidade eh que contribuimos para essa bola de neve. Saber reconhecer o que ha de errado no mundo eh um grande passo, mas se dai por diante nao se sabe reconhecer o que ha de errado com seu proprio mundo, a coisa nao anda pra frente, e pra mim ficar parado eh sinonimo de andar pra tras. Nada nunca vai ser corrigido por completo, o que nao justifica a inercia. Ainda nao identifiquei todos contras de ser eu mesma, nem sei qual eh porcentagem boa da minha alma, se eh que ela esta acordada, mas sei que eh preciso revirar o que insisto em deixar empoeirado, e tratar de ou jogar fora, ou reciclar.

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Nos olhos de quem ve.

Quantos porcento de voce faz o que realmente quer fazer? O que na sua vida realmente seria o mesmo se voce pudesse literalmente fazer o que quisesse? Mesmo que muitos neguem, parte da nossa vida ou toda ela, gira em torno de outras pessoas, outras situacoes, outras vontades. Quem nunca disse um 'sim' pra agradar? Quem nunca estudou o que nao quis estudar? Quem nunca fingiu escutar? Quanto mais velha fico, apesar de ainda muito nova, mais eu faco o que nao quero, e mais nao quero fazer. Mais vontade tenho de dizer 'nao', e menos coragem pra faze-lo. Hoje em dia posso colocar em pratica muito do que antes so sonhava em ser, mas com a liberdade vem a responsabilidade de ser quem se eh. Acho que quanto mais a gente pensa e analisa, menos a gente faz o que quer com medo do que acontecera depois. Consequencias. Toda acao com sua respectiva reacao, e muitas delas sao relativas. O fato de nao querer ser egoista nos impede de ser 100% o que queremos, porque ai so estariamos pensando em nos mesmos. Ser feliz por completo nao quer dizer ser ou poder tudo que queremos, nao eh fazer da nossa vida o centro do mundo, ser feliz esta no pequeno detalhe de saber viver; eh conseguir tirar proveito ate das coisas que nao nos deixam satisfeitos. Continuar a viver com vontade mesmo sabendo que muito do tudo nao sera do jeito que voce esperva, eh viver com sabedoria, e quem vive com sabedoria sabe que a felicidade nao se faz de fora pra dentro.