sábado, 25 de dezembro de 2010

Praia de palmas - Ilha Grande ... O recomeço



Menos de uma semana para mais um ano. 2011. E nesse fim de ano, mais uma vez estarei indo para o paraíso.

Uma jornada muito além da sua imaginação.


É lá onde conhecemos pessoas, reforçamos os laços com aqueles que já conhecemos, renovamos o sentimento de vida, de bondade, de humanidade. É lá que brigamos quando alguém maltrata alguma planta, animal, ou até mesmo joga cigarro na praia. É lá que enfrentamos fila do banheiro pra tomar banho e rimos de tudo, brincamos feito crianças, e esquecemos de todo o resto do mundo. Ali naquela praia parece que estamos dentro de uma bolha mágica que nos protege de todo o mal. Em praia de palmas, as coisas mais simples são as melhores, são mais bonitas. O céu é o mais bonito que já se viu...a água que desce do cavalinho de madeira refresca os que passam. Seu número do PF sendo chamado é a maior alegria. Enfrentar cozinha cheia pra fazer o seu almoço, é quando você se diverte e conhece gente nova. Mais um ano estarei indo para lá. Posso dizer que teve um ano em específico que foi surreal, mas todos os outros foram maravilhosos e eu acredito que esse também vá ser. Estou aqui abrindo a estória, dando o start dessa viagem que com certeza vai ter muita coisa pra ser contada. Quem estiver lá comigo, até mesmo pessoas que eu nunca vi, farão parte de toda essa magia, e com certeza serão pessoas lembradas pra sempre. Vem sendo assim comigo há 8 anos. Um ano não termina completo sem ilha grande e um ano não se inicia com sorte sem ilha grande. Boa viagem à todos nós! Até a volta!

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Ghandi X Einstein

Vou agora me valer do meu momento pessimista para escrever umas linhas. Ghandi uma vez disse que tudo que você fizer na vida será insignificante, mas que é muito importante que você o faça, e que você deve deixar as pessoas sabendo do seu sentimento por elas, porque num estalar de dedos tudo pode acabar. Mas e quando nada acaba? E quando você faz as coisas que deve fazer, e diz tudo que deve dizer e nada acaba... e nada muda. As palavras ficaram no vento, não significaram nada e a unica coisa que mudou foi que você desperdiçou todo o seu tempo fazendo coisas que não valeram de nada. E daí você começa a pensar no que então fazer. E não acha resposta nenhuma. Porque "não importa o quanto você se importe, certas pessoas simplesmente não se importam". E aí você continua. Continua no meio das incertezas, ou pior, em meio de certezas que você cisma em transformar em incertezas para ter forças de ainda tentar mudar alguma coisa. Aceite que certas coisas nunca mudam; que certas pessoas nunca escutam. Não venho aqui dizer que nada vale a pena. Venho aqui dizer que o grande segredo da vida é reconhecer a diferença entre o que vale e o que simplesmente, não. Sentimentos tem uma profundidade que só quem sente sabe a dimensão. Mais ninguém sabe, nunca saberão. Seus sentimentos podem ser nada para os outros. E aí agora o que se faz? O mundo não acabou, a pessoa não morreu, você não morreu, nenhum desastre aconteceu... e tudo que você disse serviu apenas para você aprender a calar-se. E então você se cala para todo o resto, e vive o que tem que viver. E escolhe os caminhos tortuosos e superficiais, são os que menos lhe trazem dor. Os certos e profundos são demais para serem escolhidos pro resto da vida. E então, em meio de todo esse vão, digo à Ghandi que tudo é relativo, e que a verdade dele não é absoluta. Assim como nenhuma outra. Mas que o treinamento de crítica é ótimo. Critique a si mesmo sobre o que vale a pena, sobre quem vale a pena, sobre qual ação é perda de tempo, e sobre qual ação ou palavra realmente modifica alguma coisa na vida de alguma pessoa em algum lugar do mundo.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Varanda da minha casa

E eu estou aqui...depois de 21 anos eu estou aqui. Na varanda do terceiro andar do prédio, conversando com pessoas que me amam não apesar dos meus defeitos, mas por causa dos meus defeitos. Tá calor e vai chover. Tá metade claro e metade escuro... fim de tarde. Estou ouvindo beatles. A paisagem daqui da minha varanda parece um quadro. Vai ser dificil abandoná-la depois que eu me mudar. Um quadro pintado, desenhado em cada detalhe que completa todo o conjunto que me inspira todos os dias. Principalmente os mais tristes... e evidencia os mais felizes.

domingo, 19 de dezembro de 2010

My current deal

The day rose bright
Brighter than last night
When the moon had no light
And the shadow had might

The spare time is rest
When the eternity must last
And the yesterday shall past
And the tomorrow must bring the blast

The fear of my intention
Has no longer the extention
And I only give attention
To the sound of my tension

Break me down
You wont find a conclusion
You will find confusion
You will get exclusion

But the main deal
Is what is real
Tomorrow has become possibility
And I will give full availability

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Wrong way!

E o que nos faz sobreviventes da Era dos loucos é a falta de razão. A emoção na beira do abismo evidencia a vida. Não ser contraditório é ser ignorante. Se você nunca mudou de opinião na vida, talvez não vá mudar nem na sua morte. O pensamento precisa ser inconstante, precisa ser instável, e crítico. O exercício de mudar de opinião engrandece a relatividade das coisas, nos faz menos exatos. Não há como calcular gente. Nem emoção. Muito menos ação. Nem o pensamento. Não fazer sentido faz todo o sentido no mundo em que vivemos. E se crescer é a ordem natural das coisas, por que nos tornamos menos admiráveis conforme viramos gente grande? E por que deixamos então a pureza pra infância? E por que nos condenamos quando agimos sem pensar friamente? E por que as coisas precisam fazer sentido para todos? As coisas devem fazer sentido para nós mesmos. E se os outros não entenderem, o lado bom é que você então já pode se considerar único. Só você pensa daquela maneira. Só você conhece os segredos do seu próprio mundo. Pensar não precisa ser racionalizar. Não fez sentido? Pra mim faz.

domingo, 12 de dezembro de 2010

Young as I am

I've lost my will of mourn
Days are bright
Nights are hot

All the sympathy has gone
The heat has come
The meat makes me come

The cool and peace no longer exist
High temperature is a bliss
The youth must last
I'm only having a blast

And the cold days of yore
Have past me by
And I did not stop to say hi

From now on
younger each day
the baddest feeling
is the greatest one

domingo, 28 de novembro de 2010

Try and understand

Eu gosto de ficar sozinha porque é só sozinha que consigo ser quem quiser. Somente comigo posso pensar coisas erradas e não ser julgada. É só comigo que não me importo com nada. Sozinha me esqueço de tudo. Sozinha lembro de mim. Estar sozinha não significa estar na solidão. Estar sozinha significa paz de espírito, significa não ouvir coisas idiotas além das suas próprias. Significa não precisar treinar a sua paciência e nem a sua boa educação. Estar sozinha é beber o quanto quiser, fumar o quanto aguentar, ouvir a música que quiser ouvir, e ser franca o quanto lhe convir.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Quarto versos, uma estrofe

O que me inspira é a vida
O que me atrai é a realidade
Os sonhos são combustíveis
Todo mundo paga por gasolina

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Leia-me

Escrevo porque necessito
Escrevo até quando evito
Escrevo pra exorcizar
Escrevo para não calar

A minha escrita não vem sempre
e nem sempre vem da inspiração
A inspiração de fato
vem da minha escrita

Quando escrevo desacelero
Escuto o que ninguém mais quer escutar
Quando escrevo me exonero
Falo de tudo aquilo que ninguém mais quer falar

Sou imortal nas minhas palavras
Aquilo tudo que ninguém quer ver
O labirinto de dentro pra fora
Apenas saberão os que se dispõem a ler

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Existo, logo penso.

Este post não é poesia. Este post é uma prosa comigo mesma. De pouco falar comigo, esqueço quem sou. De muito olhar para fora, acabo por ver demais, esperar demais, viajar demais. A conversa comigo mesma acaba ficando pra depois, e eu vou me colocando em último lugar. Esqueço pelo que luto, esqueço do que gosto em mim, e só levo em conta o que os outros gostam ou odeiam em mim. Muito analisar é pouco sentir. Muita matemática é pouca sinfonia. Já decidi que não tentarei mais atingir o meu equilíbrio. Estar equilibrada exige que eu recue muito, que eu esconda tudo de louco que existe dentro de mim. Se minha loucura continuar a crescer eternamente dentro de mim, e não for à lugar nenhum, acho que aí sim ela me implode. Talvez as pessoas tentem tanto ser normais, não-loucas, iguais e desleais, que acabam na loucura. O processo de tentar ser quem não se é pode ser irreversivelmente punitivo. É quase que pagar todos os seus pecados ainda em vida. Sim, claro que devemos aprender a lidar com nossos extintos animalescos, mas liberte-os de tempos em tempos. Olhe pra quem você realmente gostaria de ser, ou o que a sociedade em que você vive te impõe. Melhor! Imagine que você mora no Oriente, ou numa ilha deserta e escondida do mundo, como seria a sua essência em outras situações? Sua essência é dominada pelo externo ou pelo interno? Ou pelos dois? O que você gosta em você? Quem você é? Quem é você?

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Chuva no rosto

Hoje não foram me buscar no trabalho. Hoje vim andando para casa. Em um dia comum isso seria ruim. Ter que andar tanto, com fome, num dia chuvoso. Mas hoje, não! Hoje não era um dia chuvoso qualquer. Hoje era um dia chuvoso no qual eu deveria vir a pé para casa. Vir a pé e sentir o fresquinho no meu rosto. Comecei a andar devagar e a curtir a minha caminhada, mas como boa taurina que sou, apressei o passo ansiosa para chegar em casa. Eu tinha um guarda-chuva na mão, mas a chuva no meu rosto estava tão agradável, ela estava tão paz. E aí pensei e afirmei para mim mesma que não abriria meu guarda-chuva e me esconderia da delicia que era sentir a chuva escorrendo pelo meu rosto, afinal, não era uma chuva torrencial. Comecei a pensar o quanto é bom viver, e o que realmente quer dizer a expressão "curtir a vida". Longar a vida. Prolongar a vida. Prolongar a sensação de vida. Daí, a chuva foi ficando mais forte, e eu sorrindo como uma louca no meio da rua escura quase chegando em casa. A chuva ficou mais forte e mais forte e mais forte, como se me desafiasse a me esconder dela. Até que chegou em um ponto no qual eu estava ensopada, e a poucos passos do meu prédio, eu abri o guarda-chuva. E de uma forma bem divertida, a chuva me disse "ganha-te quem é mais teimoso do que a ti."

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

O que te importa?

Nao cerei eu que vou diser
que eh voce o errado
ou que eu sou a serta

No meu pouco tempo de vida
a vida que ja me passou
durante a minha eternidade
aprendi que sou julgada
pelos erros
e despresada pelos assertos

Mais nao farei isso.
Jamais vou corrijir
o que nao tem corressao

o erro da alma
junto com a iguinoransia
caem em meio de um vao

Vao esse, entre o que te paresse
e o que na verdade te importa

Nao que meus erros sejao louvaveis
Mais tambem nao sao tao detestaveis

Quem se preucupa com a estetica
esquece do interior
Esquece do trabalhador
do nao letrado
do proletariado
do escurrassado
do pouco estudado
do mau encarado

O que te importa nessa vida?
Qual o seu pre-conceito?
Qual a sua sub-divisao?
Voce segui algum padrao?

Normal culta
norma inculta
norma que dificulta
norma que nao te escuta

Engana-te, mas não culpa-me.

E o que fiz
E o que disse
Não leva a mal
Nada disso foi real

Não fui autora dos atos
Causadores de tua dor
Então não existe esse lado
Que viste de mim

Quando pensas que errei
Enganas-te.

Quando pensas que maltratei
Corrijo-te.

Energias minhas
Jamais foram direcionadas a ti.

Se foste maltratado
Cobra somente de ti.

Foste tu quem criaste
Sobre mim uma imagem divina
Nunca te disse que seria
Nada além do que aquela que desatina

Nunca me propus a interpretar
Se alguém te enganou
Se alguém te rejeitou
Não foi ninguém além de teu lado masoquista

A quem devemos culpar quando nos enganamos?

Dar-te-ei meus consolos
Mas nunca tua razão
Pois jamais saiu de minha boca
Que terias minha gratidão

Meu pesar te concedo
Como prova de minha piedade
Mas ainda te falta muita coisa
Dentre elas está a vaidade

Para que sejas feliz
Ao lado de alguém
Precisas de vaidade
Precisas ter tua própria amizade

Se não fores amante do teu próprio ser
Incapaz alguém será de dizer
O que precisas ou o que queres ouvir
As palavras sempre ficarão por vir

E se não fores teu próprio amor
Ninguém verá em ti esse amor

E se não fores teu próprio amor
Ninguém te concederá um amor

E se não fores teu próprio amor
Por mais que tenhas muito amor
Para dividir com um outro amor
Tu só poderás contar com a dor.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Lullabies

Dorme querida,
dorme enquanto ainda sonha
Durma que a vida lhe aguarda

Dorme de dia
porque quando a noite chegar
o pesadelo pode te pegar

Seu sonho eh claro e branco
A noite eh obscura e real
Dorme querida anjinha

Anjinha que ha de crescer
E vai ver e crer
que dormir eh o pior que se pode fazer

Durma e nao veja passar
Porque quando chegar
Voce vai acordar

Acorde minha filha
Acorde para o mundo
Sonhar agora te faz ingenua

Acorde que o monstro vem
Voce nao quer estar de olhos fechados
quando o monstro vier, quer?

O mostro chegou
e ele nao esta debaixo da cama
ele esta de frente para voce

Querida monstra,
voce acordou o seu monstro
quem vai faze-lo dormir?

Cante para ele
cante cantigas de ninar
engane-o e assim ele vai te amar

Amando-a, cinica e envolvente
Ele se desarma
E ai voce o mata

Mata o seu temor
Mate-o com o seu amor
O seu amor barato

Durma novamente
tudo ja passou
Durma para sempre

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Dona Helena.

Sou uma mulher de 90 anos que nasceu na decada que nao se lembra. Nasci naquela Era esquecida quando ninguem se importava com identidade. Fui adulta quando crianca e depois o contrario. Aprendi tudo e depois descobri que as verdades nao serviam para nada. Vivi das emocoes, sempre no linear entre apaixonada e louca. Apaixonada pela vida eu era, andando numa corda bamba, sempre querendo cair para o lado de la. Caminhei por diferentes caminhos e paises; fiz de tolas muitas das pessoas que passaram por mim. Me fiz de tola para muitas das pessoas que passaram por mim. Fui de varias personalidades e nunca encontrei a minha. Espantei pessoas exoticas, enganei pessoas boas, mas nunca me juntei a pessoas ruins; eu as observava de longe. Fiz muitos amigos, e perdi alguns deles. Nunca passei sem ser notada ou sem deixar marcas. Fiz da vida um brinquedo nas minhas maos pequenas. Sofri e me desgastei por tudo, eu so nao aguentava nao sentir nada. Gastei meus 90 anos como se fossem 180. Descobri a melhor maneira de nao errar, nao tentando, e a partir dai comecei a errar feito louca. Depois de muito andar, quando comecei a sentir as pernas doendo, corri. As pernas entao adormeceram, e eu as espetei com agulhas para nunca mais deixar de senti-las. Foram com essas pernas que consegui nao chegar a lugar nenhum, nao podia abandona-las. Senti que depois de muito aprender eu nao tinha nada o que ensinar, aprendizados sao individuais. Sou conhecida como Dona Helena, aquela doida do segundo andar. Meus gatos tentam, mas nao conseguem convencer ninguem de que sou uma velha normal. Normal e com o pe na cova, como qualquer outra. Estou mais lucida do que a Jasmine, pois ela esta cega com as cenas monstruosas da juventude. E eu, com os olhos muito certeiros, consigo enxergar que a vida me foi uma brincadeira, dela fiz o que bem entendi, e ela fez de mim o que nao esperava fazer.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

O grande percurso

Ao nascermos somos grandes
Com grandes sonhos
Grandes destinos

Ao morrermos ainda somos grandes
Mas somos grandes ausencias
Grandes brancos no tempo

Ao meio de tudo somos pequenos
Somos mediocres e voluveis
Em meio de muitos outros iguais

Alucinados e retardados
Retardadores e aliados
Em meio de muitos outros iguais

Equanto o tempo corre
Somos sugados e nunca libertos
Ate que um dia sejamos grandes novamente

A redencao se faz com atitudes
Enquanto ainda somos formandos
Da universidade eterna da vivencia

A vida assim por se dizer
Nos faz correr contra o tempo
contra o tempo que nos faz perecer

E ao longo de tudo
O que nos faz felizes?
O que nos da diretrizes?

Alguem pode voltar?
Volte do mundo paralelo
para nos explicar

Do que eh feita a vida?
Para que serve a morte?
Aprendizado nos ensina de fato?

Precisamos de caminhos?
Os caminhos precisam de nos?
Somamos, ou nao nos diferenciamos?

Perguntas precisam de respostas?
As almas precisam estar dispostas?
De nada pode valer para as nossas

E o que realmente nos faz
Nao sabiamos dias atras
Agora sei o que me satisfaz

A vida me da e me tira
A vida me deram
A vida me tirarao

Por isso a cada dia
serei o que me for conveniente
Ninguem alem de mim
sofrera por ser ausente

E assim sigo
por entre o vao
que seja valido ou nao

Quero ser e estar
e nada pode me parar
equanto pela vida eu puder passear.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Simplicidade?

Hoje quero escrever, mas nao tenho grandes ideias ou boas palavras. Apenas o apenas. So o que esta na minha mente, a quem interessar possa. Cansada de trabalhar... e ai me pergunto "quem nao esta?" ... Estou em duvidas sobre muitas coisas do que sou; e mais uma vez "e quem nao esta? Sempre odiei o pensamento de viver a semana pensando so que o fim dela esta chegando, mas acho que nao ha problema nisso, rotina. Mas agora estou fazendo mais as coisas do meu jeito, e nao do jeito que esperam que seja. Mentira! Nao gosto de decepcionar as pessoas e gosto muito de saber que modifiquei a vida de alguem mesmo que com um simples ato, ou com uma mentira (Nossa, voce ta melhorando muito seu desempenho - incentivo as vezes cai bem). Por falar em incentivo... Estou numa fase 50% bem complicada. O que chamo de fase 50% eh o fato de eu querer mudar tudo na minha vida, vendo o lado ruim da coisa, mas ao mesmo tempo o lado bom nao me deixa jogar tudo pro alto. Afinal, foram coisas que eu conquistei, ninguem conquistou por mim. Claro que o medo de mudar pode atrapalhar e impedir...mas gosto de dançar conforme a musica. So ajo, quando sinto que devo. Andei surtando esses dias, e agora, depois desses surtos, estou com um equilibrio que nunca havia tido. Porem, por saber que tudo que ando fazendo eh pura escolha minha, e que a qualquer momento eu posso mudar de opiniao, eu acabo ficando menos tolerante para com certas coisas e pessoas. Ao mesmo tempo que tento agradar a alguns, nao faço a minima questao de fazer media com outros. Acho que isso se chama julgamento. Nao gosto de nao ter certeza das coisas, mas o fato de nao te-las acaba nos dando um receio construtivo; traduzindo: fico com medo do desconhecido e nao enfio os pes pelas maos, e penso bem antes de tomar qualquer atitude. Nao sei se isso eh o raio do amadurecimento, mas se for, que nao traga com ele as rugas e os fios brancos. Sinto falta da minha juventude, apesar de muitos me acharem nova. Sou mesmo, mas nao o tanto quanto era antes, e sei que mais tarde vou olhar para os meus 21 aninhos e vou pensar a mesmissima coisa. O que fazer entao? Viver ... viver da melhor maneira que eu consiguir, and go with the flow. Gosto de escrever quando tenho muitas coisas na minha mente, porque quando se tem muita coisa dentro da mente, os pensamentos ficam batendo nas paredes cranianas e se embolam. Escrever liberta meus pensamentos, assim deixando que eles se organizem, dentro e fora de mim.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Energia gemea

Rostos sao iguais,
Trejeitos e ideais.
O toque parece nao ousar
Tai a diferenca em amar.

Olhos tem a mesma cor,
Cabelos o mesmo brilho.
Mas tua alma me desperta
Me faz fugir do trilho.

Para quem nao eh pra ser
Nao somos nem ouvidos,
quanto menos alma.
Somos nada, e tudo acalma.

A energia gemea ao contrario;
Nos faz perder o discernimento
O que nos impede do arbitrario.

Amar se faz em morrer,
E em matar.
Morrer de amores,
E matar o egoismo.

A energia difere;
Difere quem morre pela gente.
Os pontos se tornam fracos
E a fraqueza agora, fortaleza.

O tudo que somos eh aceito.
De tudo se eh feito
so pra ter nosso jeito,
E tudo que mora dentro do peito.

Nao existe ninguem que seja
Ninguem que tanto deseja
Nenhum Ser que por
Tanto se fraqueja.

E no final, tudo recomeca
Todo o dia, todos os dias.
E no meio do destino,
Solucao e desatino.

E que contigo sou e estou,
E que jamais deixarei de ser.
Somar-te-ei aos meus sonhos
Que assim tornam-se mais limpidos.

E a ti espero ser util
Ate mesmo quando sou futil.
Quero te fazer ser e estar
E te dar energia para criar.

E dai por diante
Serei a todo instante
Alguem por te guardar,
Muito alem de so amar.

Dedicado a Felippe Campos Taveira [my daily inspiration]

terça-feira, 31 de agosto de 2010

De dentro para o mundo

Saia da Vossa Senhoria
O mundo é muito mais do que iguaria
O interior deve se exibir
Quando se tem riqueza para compartir

O nosso mundo so é mundo
Quando deixamos que seja profundo
Aos olhos de quem quer ver
O profundo se faz por merecer

A matematica da vida nos engana
E a vida passa sem historia ou gana
E assim a ciencia é passageira
E a nossa filosofia nunca é derradeira

Saber viver ainda sim uma incognita
E no mais, tudo fica para tras
E por isso a quem quiser ouvir eu digo
Tudo é caminho, e por isso eu sigo

Sigo enquanto isso
Sigo para aonde meus pés me levam
Pés sabios guiados por dois extremos
E os dois sempre se revelam

Nao somos so alma
Nao somos so razao
Expandir horizontes é consequencia
Resultado dessa vida, iminencia.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Happy ever after, but not before

I am wandering around the streets
Grimaces all over the sudden
I watch them pass by me
I do not recognize them though.

I have the feeling I do not belong here
where the faces are no longer familiar
and the attitudes are flimsy
where should I go then?

My eyes are tearing
my soul is shivering
Where else to go?
I will just keep the flow

The dawn comes up
But not does the glow
The vesper takes place
I am lying, I am awaiting

My tears are not helpful
My anger is unsuccessful
My inertia is delaying the pace
And my anxiety leads me to desgrace

Between heaven and hell
I choose what does me well
I want some more
I will wait by the shore

Until the day I can see
Someone who with me will finally agree
Someone who understands my way
Someone who will not get away

Through my madness I invent
With my strengh I intend
I will no longer wait
I will help my fate

And with much more than now
I will find it somehow
A way to make it real
And I will keep this deal

With happiness then, I could find
The one who was always on my mind
Back in time, ahead in the line
Again I can taste the sweetest fear

I am no longer on my own
Our feelings have grown
And with nothing but aim
We ended our pain.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

A nossa verdade

E quando a baldada vontade de desistir chega, voce a exonera, e espera... Espera que o tempo cure ou cuide, espera que um dia voce recupere a sua sanidade, ou que outros a recuperem. Voce sabe que nada pode voltar ao normal, mas voce tambem sabe que tudo pode ser como sempre quis. E voce espera...espera que as coisas se encaminhem e que tudo se reencontre. Voce desacredita em todos, faz voce mesmo de estupido algumas vezes, porque voce simplesmente sabe. Sabe que o que voce sente nao pode ser mera ilusao. Sabe que todo o caminho que voce percorreu nao foi em vao. Voce sabe, e por algum tempo, so voce sabe e so voce acredita naquela verdade; mas ela eh sua. E sempre vai ser na sua verdade que voce vai ter que acreditar. A verdade dos outros nem sempre nos cabe, e entao voce precisa apostar nela, na sua verdade, e guarda-la para quando ela estiver pronta para ser uma verdade publica. As nossas verdades temos que amadurecer dentro de nos antes de exigir-mos que os outros acreditem. Quando nos mesmos nao tivermos duvidas algumas de que aquela verdade eh a essencia de toda a nossa vida, e que foi com aquela verdade que crescemos e aprendemos, e que eh dessa verdade que nossos dias foram compostos, ai sim essa sua verdade pode ser compartilhada. A chave de tudo isso, eh nao ouvir conselhos nem certos e nem errados, eh seguir pelo caminho que voce acredita ser o melhor, que com ou sem erros, eh assim que voce chega aonde deve. Assim que a cada dia as coisas se acertam mais pra mim, porque nunca deixei de acreditar nas minhas proprias realidades.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Passos de magia

Passos de magia deslumbram o caminho.
Sera longo e frutifero?
Ou sera curto e sombrio?
No canto de cada ser
Nao sou a que os engana
Enganam a si mesmos
Aqueles que nao me escutam dizer
Que incerto e estimulante
sao passos de magia que seguem adiante;
E que serei passagem e memoria
ou talvez nao farei parte de nenhuma estoria.
Tolos aqueles que se deixam levar
Passos de magia que somem ao meu caminhar.
Caminharei para longe em todo final
E caminharei para perto de um novo inicio
Que por sua vez me fara andar para mais longe.
Espere entao de mim nada mais que o fim
Ao longo de toda sua caminhada,
a sua vontade de descanso se torna encorajada.
Passos de magia nao sao o suficiente
Desde que o mundo se chama mundo
A angustia final nunca foi contente.
Realidade nao faz mal a ninguem
Passos de magia posso contar no dedo a quem.
Desista de ilusoes e alusoes,
Coloque suas pedras para que eu tropece
E que junto com o meu caminhar
Tambem encurte o seu pesar.
De bons conselhos que ja dei,
O melhor de todos a voce vou dar
Escuta a quem vos fala,
De nada vale me amar.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Viagem dentro de mim.

Muitas pessoas me perguntam sobre a minha experiencia no US. A comecar pelo fato que a preparacao pra ir eh mt mais emocionante do que a viagem em si. Eh um processo muito bom dentro da gente. Decidir largar emprego, largar familia, largar seus amigos por uma aventura nova, ja eh uma grande mudanca dentro de vc. Requer coragem pq vc sabe que pode tudo dar errado e que todo aquele esforco pode ter sido em vao. Mas o bom eh que nunca eh em vao. Com cada experiencia, boa ou ruim, a gente extrai conhecimento, o que nao tem preco. Bom, dai voce decide mudar toda a sua vida, por uma vida que voce nao faz ideia de como vai ser; no meu caso pelo menos, pq sai daqui pra ser baba, morar na casa de uma familia americana, e passar de um a dois anos nisso. Sai de casa com minha familia chorando, e nao olhei pra tras. Sabia que aquilo seria unico pra mim, em varios sentidos. Fui sozinha, entrei no aviao ja fazendo amizade com uma americana, o q me deu seguranca. Vi tudo la do alto, dormi e acordei dentro do aviao. Cheguei naquele pais tao sonhado por todos. Passei 5 dias incriveis em NYC. Fui ao central park, tomei cafe da manha americano, fiquei no Ramada New Yorker Hotel, o hotel que fazem filmes, era surreal o q eu tava vivendo. Esse momento que fiquei deslumbrada nao mudou mt em mim. O que mudou foi qnd fui pra NJ, e tive que me virar, dirigir, cozinhar, passar, lavar, tirar documentos, etc...era como recomecar tudo em um lugar onde eu nao sabia de nada. Quando cai a ficha de que aquilo nao era pra mim, pois ainda nao estava preparada pra tanta responsabilidade, cai em desespero. Responsabilidades eu tinha aqui, mas ter responsabilidade sabendo que qlq coisa q vc precisar a sua familia vai ta la pra te ajudar eh uma coisa, estar sozinha num pais q ngm eh do msm sangue q o seu, eh outro. E a parte que mais causou mudanca em mim e na minha personalidade, foi qnd depois de 1 mes e meio, decidi voltar. Decidi mais uma vez largar tudo que tinha conquistado por outra vida. A minha vida de sempre. Foi ai que eu notei que tinha mais coragem ainda. Nao ouvi as pessoas me dizendo que era errado e covarde. Eu nao estava bem la, e minha saude mental estava abalada, entao tomei a decisao mais dificl de todas: desisti do meu sonho. O sonho era meu, e eu podia fazer dele o que quisesse. Foi ali que aprendi a dar valor a minha familia, ao meu emprego, ao Brasil. Foi naquele momento que identifiquei minha verdadeira personalidade. Foi ali que eu vi que nada iria me impedir de ser feliz, nem mesmo um erro. Nao me arrependo de ter ido. Vivi momentos surreais, pois quem me fez estar ali foi eu msm. Eu que trabalhei, foi com o meu dinheiro e com a minha audacia que cheguei ate la. Cidades lindas, cultura diferente, aprendi muita coisa e o tempo que estive la apesar de pouco foi proveitoso. Apurei meu lado critico, acordei do sonho de que a vida la eh melhor do que aqui. A gente q faz a nossa vida. Se ela eh boa ou ruim, nao depende do nosso CEP, depende do que tem dentro da gente. Voltei de la feliz e realizada, principalmente por saber que podia voltar pra casa, toda a minha familia estava me esperando de volta e orgulhosa de mim. Nada paga essa felicidade.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Preterito mais-que-perfeito

Quando no final da minha vida eu olhar pra tras quero ver que minha vida teve sentido, para mim e para outras pessoas. Viver so por viver nao faz parte dos meu planos, mesmo que eles sejam incoerentes. O problema nao esta em cometer grandes erros, o problema provavelmene esta em nao aprender nada com eles; quero quando no final da minha vida, ter aprendido e ensinado. Nao somente ensinar o que eh present perfect ou quando usa-lo, mas compartilhar conhecimentos que so a experiencia traz. Quero ter me arrependido de muitas coisas, porque assim saberei tive escolhas e que mesmo eu tenha escolhido as opcoes erradas, eu terei tomado alguma decisao importante ao inves de deixar simplesmente nas maos do destino. Quero afirmar no final de tudo que fiz o que fiz por julgar o melhor para mim, e nao por ser aquilo que todo mundo julga melhor para todo mundo. Quero poder chorar de saudade de tempos que jamais voltarao; isso vai ser a confirmacao de que vivi uma vida feliz independente dos momentos dificeis. No fim da linha quero ter esquecido nomes, pois assim saberei que conheci tanta gente que a minha pouca memoria idosa nao vai conseguir comportar. Quero contar historias que fascinem as proximas geracoes. O meu grande sonho eh poder dizer que aproveitei as chances, que trabalhei ate nao aguentar mais, que bebi ate nao aguentar mais, e que chorei e engoli o choro. Quero achar o equilibrio no fim da minha vida, porque tenho certeza que durante eu nao acharei, isso exige muita sabedoria e nao tenho pressa de passar da fase do aprendizado. Quero olhar para toda a minha historia e rir dos problemas que tive, pois naquele momento nenhum deles sera tao importante assim, eu estarei indo embora. Pensar nesse momento so faz sentido por uma razao, a hora eh agora e se eu quiser ter isso tudo no final da minha vida, eu tenho que construir agora. O amanha, ate que ele seja hoje, nao existe. O final da minha vida pode ser a qualquer momento, mesmo que isso choque, a verdade eh que realmente nao sabemos. Espero fazer por merecer estar aqui e nao simplesmente ocupar lugar no mundo. Na minha ingenua e egoista concepcao, nao acredito que seja necessario salvar vidas ou transformar o mundo para fazer merecer a passagem pelo mundo das materias, mas sim fazer uso de tudo que existe contanto que nao seja contra alguem ou alguma coisa. Viver a vida ja eh uma forma de agradecer. Ficar parado pensando em maneiras de se mudar a Historia nao muda a Historia de fato.

domingo, 25 de julho de 2010

Um ser insuportavel

Nao sei quantas vezes ja ouvi que sou insuportavel. Nunca falei sobre isso, mas eu fico realmente incomodada, porque eu sou o tipo de pessoa que nao importa o quanto eu me esforce, sempre vou fazer tudo errado, sempre vou desagradar. Tento viver boa parte da minha vida sem pensar nos detalhes, mas quando se ouve varias vezes de varias pessoas a mesma critica, eh pq alguma coisa ta errada. E nao adianta eu dizer que vou mudar, porque eu ja mudei muito dentro de mim, e ninguem ve essa parte. As pessoas so veem o que realmente as interessam, e criticar eh muito bom, eh so dessa parte que elas lembram, dos defeitos. Eu sei que tem gente que me ama, e ama meus defeitos, mas eh chato saber que me aturam. Prefiro viver reclusa a ser suportada em qualquer nivel que seja. Tambem nao quero agradar a todos, nao vou viver minha vida em funcao de outras pessoas, tenho muito mais o que fazer. A vontade que da, eh de cumprir minhas obrigacoes e so, sumir do mapa e mandar todo mundo que disse q eu sou insuportavel pro caralho, porque eu nao to pedindo o carinho de ninguem, nem estou desdenhando. Quero que gostem de mim e dos meus defeitos, mas essas pessoas entendem o que quer dizer insuportavel? Ser suportavel ja eh terrivel, insuportavel, eh o maximo que se pode... Nao entendo, nunca pedi que me aturasse, atura porque quer. Ja ouvi isso de amigos e familiares, e a vontade que da eh de mandar todo mundo se fuder e dar um bom motivo pra me chamarem disso, e sumir da vida de todos eles, e poupa-los o trabalho de me suportar. Mas como eu disse, tenho muito mais o que fazer...tenho meus planos e nao vou desestruturar minha vida porque pessoas que eu gosto nao gostam de mim, isso nem eh um problema de verdade. Problema de verdade eu acho que nem tenho nocao do que seja, nunca passei fome nem estive na guerra. Sabe pq eu sou insuportavel? Porque tenho personalidade forte, e as pessoas gostam daquele tipo de pessoa que concorda com tudo, que ta sempre feliz e sorrindo pro mundo, so que eu nao sou assim, e se isso me torna insuportavel e elimina todas as minhas outras miseras qualidades, entao caralho...fudeu. Repito, nao importa o quanto voce se esforce, nao importa o qnt voce mude, nao importa a parcela de bondade que voce tem no coracao, as pessoas insistem em destacar o que voce tem de ruim, e te machucam dizendo isso sem a minima consideracao, nem escolhe como usar essa palavra... Mas claro, estou sendo bem sensivel nesse post, em qualquer outro dia eu falaria "obrigada pela critica, ate mais", mas hoje nao...hoje estou tratando desse assunto como se fosse um problema real. Talvez seja um problema real. So que o mundo nao vai parar pra eu me lamentar, ja perdi tempo demais sendo amarga aqui. Obrigada a quem chegou ate o final do texto, ate mais.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Flores no deserto

Independe o lugar que voce vive, nao importa escapar pra bem longe, os seus sentimentos nao somem de dentro. Nao da pra se esconder de si mesmo. A nossa cabeca deve ser o melhor lugar pra se habitar. Eh nela que temos que ter tudo bonito e rico. Eh na mentalidade de que so voce pode fazer sua vida melhor e nao o exterior, que voce aprende a ser feliz. Claro que pessoas e situacoes nos deixam mais alegres, mas a felicidade requer mais do que isso, ela pede que voce saiba construi-la mesmo que as condicoes nao sejam das melhores. Voce nao precisa ser nem um pouco sao pra ser feliz, nao precisa de habilidades especiais, nem precisa que todos te achem certo em tudo sempre, voce precisa de leveza, de vontade de viver. Cada momento, por mais piegas que isso soe, eh como um presente, o proximo segundo pode nao existir. Entao seja feliz por existir, por fazer parte de toda essa comedia de mundo, onde todas as pessoas sao tao ridiculas e legais. Tenha certeza de que no fim da linha voce vai olhar pra tras e pensar que tudo bem se for a hora do adeus, porque voce viveu cada momento com tudo que podia. Nao sou motivadora emocional, nem acho que tudo eh uma grande festa, mas a gente nao leva nada com a gente depois que morre, a nao ser a agradavel sensacao de missao cumprida, de vida vivida, de ter sido uma pessoa completa, de ter realmente tido a experiencia de se estar aqui e nao simplesmente ser figurante da sua propria novela. Ser jovem nao quer necessariamnete ser novo e inexperiente, ser jovem eh olhar pra vida com olhos famintos. A felicidade eh um dos poucos sentimentos que se pode escolher ter ou nao, porque independente dos outros sentimentos ela pode existir, se voce quiser.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Importancia relativa

Ate que ponto coisas e pessoas sao realmente importantes? Eu tendo a achar as pessoas mais superficiais nao pelo fato de gostarem de filmes que nao sao considerados cult ou que nao falam sobre polictica, mas pelo nivel de preocupacao que ela tem sobre o que as pessoas acham dela, ou a importancia que ela da a coisas que de fato nao deveriam nos estressar tanto durante a vida. Levar a vida a serio nao precisa ser ao pe da letra. Porque a vida passa. Pense em quantas coisas voce fez porque realmente queria. Pense em quantos momentos bons disperdicou porque estava muito ocupada se preocupando com trabalho, ou com brigas, ou com qualquer outra coisa insignificante. Preocupe-se em ser um ser humano melhor, preocupe-se em ser mais feliz e mais saudavel, preocupe-se com a sua mente, mas nao com todo o resto que nao vai com voce quando voce morrer. Entra ano, sai ano, e deixamos pra tras milhares de coisas que gostariamos de ter feito, mas deixamos pra depois porque estavamos muito aterefados. Todas as obrigacoes sao necessarias, elas constroem nosso lado responsavel, mas nos nao podemos ser 100% de nada, somos feitos de partes que quando unidas nos fazem ser diferentes de todo o resto. Saiba fazer essas divisoes de voce msm, nao tente ser so uma coisa e pronto. Ser radical so eh bom em outros contextos da palavra, seja varios, seja qualquer coisa que te de a oportunidade de ser mais feliz, ate msm se ser estressado te faz feliz, mas sempre procure caminhos diferentes, talvez esse outro te torne mais feliz do que voce nunca conseguiu imaginar ser.

terça-feira, 6 de julho de 2010

Tribute to my dear loving students

"We are gathered in life, living as society members, and acting like them. Nevertheless, we are individuals who have different opnions and preferences, which does not mean we are not alike. Our stories are different, our tastes are weird to one another, and somehow we still continue to bond with people around us. It is not of great experience if you live your life thinking of the end. The semester has ended, but only the semester. Your lives are much more to be lived. And if something was great in this semester which shall end, it was the fact that I made part of your lives, and you made a grand part of mine as well. It was of a great importance to teach you and to learn with you. It does not matter how different we are, it does not matter what intentions you have here in class or in life in general, live it. Life is too short to be bitter."


To those who made my days brighter.

domingo, 4 de julho de 2010

Egocentrismo

Nao que as pessoas queiram saber,nao que seja interessante e nao que nao seja normal e obvio, mas eu vou escrever sobre mim. Com certeza nao vai ser tao fiel ao que eu sou, porque com certeza eu tenho uma visao deturpada sobre mim mesma. Entao nao sera um texto sobre mim, sera um texto sobre o que eu penso ser. Sou nova com uma personalidade velha, visao de mundo muito complexa e nao acredito nas coisas que mais gostaria de acreditar. Sou viciada em chocolate, cigarro e internet. Nao gosto de ler, mas adoro escrever. Sou egoista e infantil, e contraditoria tambem, porque acabei de falar que tenho personalidade velha. Sim, acho que uma das minhas grandes caracteristicas eh ser contraditoria. Tai o motivo do nome do blog. Fantasio muito as coisas, e quando elas comecam a virar realidade eu desisto de vive-las. Tenho muitos amigos e poucos deles sao de verdade. Detesto reunioes de familia, mas quando morei nos estados unidos foi da minha familia que mais senti falta. Sou grossa e teimosa. Sou calada dentro de casa, mas cheia de opnioes pelo mundo. Sou critica. Bebo muito. Tento reafirmar minha juventude sempre que posso, apesar de achar que ela ja passou. Sei dar conselhos, mas nao pra mim mesma. Gosto de filmes, mas nao vejo porque alguem disse que eh bom. Nao gosto de prova de multipla-escolha. Gostaria de nao poder comer carne, quando morar sozinha tentarei. Quero morar sozinha, e ao mesmo tempo tenho medo de ficar sozinha em casa. Sei escutar as pessoas, mas so realmente absorvo o que me interessa. Apesar de demonstrar nao ter sentimentos, sou muito sensivel. Tenho a personalidade do meu pai, e ate ter os defeitos dele me agrada. Sou narcizista. Queria ter uma vida saudavel, mas faco tudo que vai contra isso. Detesto malhar, mas adorava praticar muay thai. Me importo demais com minha aparencia, mas nao cuido muito dela por me dedicar muito mais ao trabalho e aos estudos do que a ela. Adoro dar aula, mas nao gosto de preparar as aulas. Fui jogada na minha profissao, e acabei gostando muito dela. Sonhei a minha vida toda em ir pros Estados Unidos e qnd cheguei la me decepcionei. E agora quero voltar pra la. Sou extremamente desorganizada. Sou espirituosa. Rio das coisas mais serias e choro pelas coisas mais bobas. Nao tenho pena de deficientes fisicos, e nem de crianca, mas fico muito irritada se implicam com animais. Nao jogo lixo no chao. Nao gosto de enfrentar problemas. Sou calma por fora e muito estressada por dentro. Nao tenho paciencia pra muitas coisas. Adoro rock antigo. Ja fiz muitas coisas que nao quis so pra agradar. Ja fui quem nao quis ser porque o ambiente pedia. Sou uma pessoa facil de lidar, mas dificil de conviver. Consigo falar mais dos meus defeitos do que das qualidades. E tenho certeza de que muitas coisas nunca mudarao em mim, outras mudam a cada dia. Mudo de temperamento de uma hora pra outra sem motivo algum. E seriam linhas e linhas mais falando sobre mim sem chegar a conclusao nenhuma. Estou inacabada e acho que todos estamos. Acho que o dia que sabemos quem somos e ponto final, eh o dia do ponto final.

Filme de horror.

Queria poder ver minha vida fora de mim. Olho muito ao meu redor e quanto mais presto atencao no lado de fora, menos consigo analisar o lado de dentro. Alguem ja disse que os olhos sao a janela da alma. Que estupidez. Olhos mentem, os meus olhos confirmam. Para olhar para um mundo tao raso, feito de uma maioria tao superficial, eh necessario encobrir os olhos com o que nao se eh, caso contrario voce desperdica seu real interior com quem nao sabe aprecia-lo. Como disse, gostaria de poder ver minha vida fora de mim. Sem meus sentimentos me confundindo, ter um olhar mais critico sobre mim do que sobre o mundo. Falar das coisas e das pessoas eh facil quando se tem um minimo de discernimento. Para criticar quem se eh se faz necessario muito mais que juizo. A todos que julgam, inclusive a mim, se faz parecer que somos os unicos dferentes no mundo , e a realidade eh que contribuimos para essa bola de neve. Saber reconhecer o que ha de errado no mundo eh um grande passo, mas se dai por diante nao se sabe reconhecer o que ha de errado com seu proprio mundo, a coisa nao anda pra frente, e pra mim ficar parado eh sinonimo de andar pra tras. Nada nunca vai ser corrigido por completo, o que nao justifica a inercia. Ainda nao identifiquei todos contras de ser eu mesma, nem sei qual eh porcentagem boa da minha alma, se eh que ela esta acordada, mas sei que eh preciso revirar o que insisto em deixar empoeirado, e tratar de ou jogar fora, ou reciclar.

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Nos olhos de quem ve.

Quantos porcento de voce faz o que realmente quer fazer? O que na sua vida realmente seria o mesmo se voce pudesse literalmente fazer o que quisesse? Mesmo que muitos neguem, parte da nossa vida ou toda ela, gira em torno de outras pessoas, outras situacoes, outras vontades. Quem nunca disse um 'sim' pra agradar? Quem nunca estudou o que nao quis estudar? Quem nunca fingiu escutar? Quanto mais velha fico, apesar de ainda muito nova, mais eu faco o que nao quero, e mais nao quero fazer. Mais vontade tenho de dizer 'nao', e menos coragem pra faze-lo. Hoje em dia posso colocar em pratica muito do que antes so sonhava em ser, mas com a liberdade vem a responsabilidade de ser quem se eh. Acho que quanto mais a gente pensa e analisa, menos a gente faz o que quer com medo do que acontecera depois. Consequencias. Toda acao com sua respectiva reacao, e muitas delas sao relativas. O fato de nao querer ser egoista nos impede de ser 100% o que queremos, porque ai so estariamos pensando em nos mesmos. Ser feliz por completo nao quer dizer ser ou poder tudo que queremos, nao eh fazer da nossa vida o centro do mundo, ser feliz esta no pequeno detalhe de saber viver; eh conseguir tirar proveito ate das coisas que nao nos deixam satisfeitos. Continuar a viver com vontade mesmo sabendo que muito do tudo nao sera do jeito que voce esperva, eh viver com sabedoria, e quem vive com sabedoria sabe que a felicidade nao se faz de fora pra dentro.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

A cada dia, um dia a menos.

O que move o mundo hoje? A ideia de mundo eh mt relativa. E quando eu pergunto o que move o mundo hoje, quero enfatizar que nem sempre foi assim. Acho que a questao nao eh o que, mas quem move o mundo. As pessoas movem o mundo, mas nem todas. Algumas fazem questao de ficar paradas. Nem o proprio mundo elas conseguem mover. Assim como disse, a ideia de mundo eh relativa. O meu mundo eh movido pelas minhas ideias, pelas minhas atitudes. Mas o resto todo nao depende so de mim. Mas se todas as pessoas pensarem dessa forma "o mundo nao depende so de mim para funcionar", bom...ai ele para. Somos seres individuais que vivem em sociedade. Nao ha mais jeito de nao ser assim, e por isso cada um faz a diferenca, mesmo que nao seja implicito. Cada atitude individual modifica o curso natural das coisas. Sera que todo mundo tem ciencia disso? Alguns dizem que a vida nao deve ser levada a serio. Eu levo a minha vida muito a serio, porque ela eh so uma fase, ela vai acabar, mais cedo ou mais tarde. Nao quero passar de fase sem ter conquistado nada, ou sem ter deixado marca nenhuma, nem sem ter modificado ninguem. Quero ter feito diferenca pelo menos para uma parte do mundo, nem que seja so pra uma pessoa. Por isso tambem escrevo. Eternizar meus pensamentos, sejam eles certos ou nao, incoerentes e imaturos...eu nao me importo. Se alguem discordar do que eu digo, consegui o que queria! Pq de alguma forma fiz alguem pensar sobre, fiz alguem sair da inercia, fiz alguem desenvolver seu lado critico. E quem concordar, bom...espero que essa pessoa saiba que sou completamente inexperiente e inconstante. O que espero de verdade eh poder sempre olhar pra tras e notar quem sim, andei pra frente, sempre.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

O futuro nao existe.

As pessoas nao fazem ideia de que elas podem ser o que quiserem. Naturalmente as pessoas gostam de ciclos, e sempre esperam algum ciclo acabar pra comecar a ser o que elas sempre quiseram, e enquanto isso vao levando como podem. Nao eh bem assim. A gente tem que ser sempre o que se quer ser, com coisas erradas, fato! Mas a nossa essencia nao deve depender do ambiente em que vivemos, ou do trabalho que temos, ou dos habitos que ja nao conseguimos largar. Enfim, a gente eh aquilo que constroi. Nao adianta ficar esperando uma epoca mais apropriada, aquela epoca que voce vai ter mais tempo pra analisar o que pode ser feito pra que voce finalmente seja a pessoa que sempre quis. PARA! Essa epoca nunca vai chegar, voce nunca vai ter tempo o suficiente, nem mesmo que o dia passe a ter 39 mil horas. O tempo eh relativo, se voce nao faz nada de construtivo nele, ele nao existe. Analisar e pensar eh muito bom, mas alguma hora, de algum dia na sua vida, e se possivel hoje, voce tem que comecar a agir. E nao vai parar por ai, a vida toda eh feita de atitudes. Ou voce controla a sua vida, ou ela vai controlar voce. Nao espere um ciclo se concluir para que voce comece a mudar o que precisa ser mudado. A hora eh agora, o dia de amanha eh incerto demais pra contar com ele.

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Texto de objetivo algum

O que eu escrevo reflete meu estado de espirito. Entao nao vou escrever nada de serio hoje, nada reflexivo ou critico. Hoje nao estou aqui para conversas supostamente inteligentes, hoje quero nao fazer nada de produtivo ou nada que exija reconhecimento. Quero viajar nos meus pensamentos mais futeis e adolescentes. E nao me importo com criticas. Nao me importo que me digam que esse foi o texto menos inspirador. Hoje quero inspirar a mim mesma somente. Quero ser egoista e preguicosa. Quero tambem agradar unica e exclusivamente a uma pessoa, e nao dar atencao pro resto. O fato eh que passo muito tempo da minha vida fazendo exigencias a mim, e as pessoas a minha volta tambem o fazem, mesmo que sem querer; hoje nao quero pensar, quero sentir e pronto. Todo o meu racionalismo e supostas experiencias de vida fizeram com que eu filtrasse os sentimentos [only safe feelings are allowed]. O fato eh que dizem que perdemos tempo sonhando...eu perco tempo pensando. Toda essa realidade que estou focada, toda a praticidade de se ser realista, me deixou afora de coisas bobas e necessarias para o relaxamento dos musculos da minha alma. Hoje quero nao ser ninguem pro mundo e ser O alguem de alguem. Entao, hoje termino meu texto sem mensagem alguma... sem conclusao, apenas um espaco em aberto para que essa sensacao nao termine com um ponto final, ou que nao termine de forma nenhuma

quinta-feira, 3 de junho de 2010

A comedia do achismo.

Pessoas de mente pobre e sem visao de mundo sao realmente interessantes. Digo isso porque eh interessantissimo e bem divertido observar pessoas traçarem todo o seu perfil com apenas alguns fatos sobre voce e sua vida; ou ver uma pessoa fazer suposiçoes porque voce se encaixa em algum padrao de comportamento. E dai, a pessoa ingenuamente acha que pode desvendar toda a sua personalidade. Se fosse simples assim, bom...naturalmente a vida seria mais simples. O ser humano tem padroes comportamentais por viverem em sociedade, mas nem por isso, caro amigo, voce pode pensar em achar que sabe quem eu sou pelo que eu faco ou digo. Tudo antes passa pelo pensamento, que filtra e modifica muita coisa. Fazer algo pra aparecer por exemplo, eh comportamento de quem se importa com o que os outros pensam, mas alguma vez na sua vida voce ja parou pra pensar que alguem pode estar fazendo alguma coisa simplesmente pelo fato de que gosta e que esta pouco se fudendo com o que vao achar? Ate porque pessoas que muito julgam, pouco sao dignas de atencao, porque somente sendo exatamente voce pra saber o que deve ou nao ser feito da sua vida. Esse texto eh escrito pra quem acha que nasceu profissional analista...tem que estudar pra isso, e nao simplesmente supor...achismo nao faz parte da vida de pessoas inteligentes. Obrigada pela inspiraçao!

terça-feira, 25 de maio de 2010

Nao estamos em Woodstock

Ter uma visao otimista do mundo nao basta. O que fortifica eh ter uma visao otimista do que ainda se pode conquistar como individuo. Pensar como individuo nao necessariamente exclui pensar no mundo ao redor; mas eh de extrema importancia que saibamos dividir e harmonizar isso, ao mesmo tempo. Ha quem diga que o ser humano tem a natureza boa e que a sociedade eh o q o corrompe, mas de que eh feita a sociedade se nao de seres humanos? Quem ainda luta por um mundo melhor eh considerado otimista por acrecditar que alguma coisa ainda possa melhorar. Mas o fato eh que quem luta nao eh otimista, mas corajoso o suficiente pra assumir que muita coisa depende dele mesmo como parte de toda uma sociedade. Muito facil seria pensar que nada tem jeito, porque nos poupa a obrigacao de tentar mesmo depois de falhar inumeras vezes. Nao estou falando de caridade, nao estou falando de dar a preferencia na fila do banco pra um deficiente (ate porque posso chocar muitas pessoas com isso, mas acho que nao posso ser punida por nao ser deficiente, tambem tenho coisas a fazer e se cheguei antes tenho o direito de sair antes; ate pq vc nem sabe se a pessoa sofreu algum acidente por estar dirigindo bebado...enfim..), estou falando de ter ciencia de que nossos atos tem, de alguma forma, algum efeito, tardio ou nao e que enquanto fazemos o bem pra nossa propria vida, estamos diminuindo o tempo que poderiamos estar fazendo o mal para outras vidas.

domingo, 9 de maio de 2010

Algumas decadas mais de volubilidade

Coisas que vao enquanto outras se aproximam. Tento realizar o quanto ja realizei quando em pouco completarei 21 anos de existencia. Quantas pessoas pessoas ja ajudei e quantas eu atrapalhei...Quantas coisas aprendi e quantas eu ensinei. O quanto ja chorei e o quao menos choraria se pudesse voltar no tempo; ou o quao mais. Nao conto vitorias nem derrotas porque sao sinonimos de fim. Estou no meio do caminho. Ainda penso em muito pela frente, mas se a frente nao tiver nada, o que poderei me vangloriar do passado? O que eu gostaria de mudar? Nao sei, porque simplesmente nao sei o quanto ganharia ou perderia com essas mudancas. Sou voluvel e nada exata. Alias, sou humana. Ainda espero reconhecimento mesmo sabendo que ele deve vir de dentro de mim. Mesmo minha mente me dizendo coisas razoaveis, eu ainda assim me deixo levar pelo que sinto. As vezes acho que todo mundo eh assim, e as vezes penso que so eu ajo dessa forma. Dificil conseguir entender que nao somos iguais, e que existe meio termo; sou o extremo, qualquer um deles. Escrevo sobre coisas que nem sei o que querem dizer. Sei o que querem dizer pra mim, mas nao pro mundo. Infelizmente o resto do mundo me incomoda. Infelizmente o resto do mundo me influencia. Sou hipocrita, e tento negar isso. O fato eh que nem sempre podemos ser tudo aquilo que queremos. Ate porque o "tudo aquilo que quero ser" muda a cada dia. Enquanto isso o tempo passa. E depois de duas decadas e um pouco mais, o que poderia falar sobre minha vida? Espero que ela esteja comecando agora, so assim posso escrever minha biografia a partir daqui, quando tenho mais consciencia das coisas, quando tenho ciencia de que nao sei quem eu sou, e nao como no passado que afirmava ser alguma coisa pronta quando na verdade estou num constante processo de mudanca. O que posso celebrar em alguns dias? Posso celebrar que mesmo com todos os meus erros, ainda tenho a oportunidade de estar aqui. E que mesmo com todos os meus defeitos ainda tenho com quem rir, ainda tem por quem chorar, ainda tenho alguem que me ama incondicionalmente, ainda tenho sonhos e pesadelos. Comemoro tudo o que eu ja fiz ate hoje, coisas boas ou ruins, foram elas que me fizeram ser quem eu sou, mesmo que isso nao seja suficientemente bom. O que realmente pode ser muito relativo. Eu achava que nao gostaria de morrer de velhice, mas talvez seja muito interessante passar por todas as fases da vida. Zerar o jogo. Entao comemoro esse ano, por ter ainda a possibilidade de zerar meu jogo. Porque ainda tem muito pra acontecer, e porque se nao tivesse mais nada pra acontecer, eu teria bastante coisa pra celebrar assim mesmo.

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Spectator of my own life.

There are some times that the pressure is too much for me to handle. I try to live my life at ease. I have always tried to be Ms. Brightside, but more often than not I tend to fall apart, alone. The problem with people who always help others, is that they expect to be helped, but it is more likely that they are going to get disappointed with the result. I`m one of them! I expect people to be nice to me, because naive as I am, I have always believed in genuine kindness. However, it seems to me now that the ones I could rely on, are not in my world any longer. And all at once I became a part of the past, I became the part that don`t last. Hence now, I have only myself to blame, only myself to be hopeful about, only myself to rebuild whatever needs to be rebuilt. The optimistic side of my soul is now resting in peace. My fortress is my mind. My mind keeps on telling me the important things in life, my mind reinforces my aims, I shall not stop now. I do not know what road to take, all the ends are blind; so what does it matter where to go? I just have to keep walking [Jhonny Walkes says that, he is wise]. My claim may not be accomplished, but if I know what to claim for, I`m half-way there. "There where?" you might say. It really doesn`t matter. If I have no one else to share, no other single fragile human composed by flesh and bones by my side, I only have to please my engines. "Thou are part of the world just like them. In thy heart the love is no less important" my mind reminds me once and again. I shall not stop, I say. When pressure is Hell and Heaven is too good for who I am, I think about the days of yore. They shall come back someday. Someday. Today is too harsh, tomorrow may be harsher, though. Life is not what I was expecting for, because life is not what they told me it would be. Is this supposed to be life? It does not make a diffrente, I must walk ahead and don`t look back, that second has passed, what about the next ones?

terça-feira, 4 de maio de 2010

Hitler nao foi so mais um.

As pessoas vao e vem o tempo todo, queria saber que diferenca cada uma delas faz, e que diferenca faco eu nas outras vidas pelas quais eu passo. Acho que nao me importava antes se marcasse algo de bom ou de ruim, mas hoje sinto essa necessidade, como se fosse algo de extrema importancia, fazer tudo de bom que eu puder no hoje, como se o amanha realmente nao existisse. As coisas que fazemos e os momentos que passamos sao eternizados pelo sentimento e lembranca das pessoas que fizeram parte de nossas vidas. Sempre que alguem citar meu nome, gostaria que citasse pro bem. Coisas futeis da vida fazem parte de todas as vidas, e as pessoas devem ter ciencia disso. Mas o quanto mais tempo se gasta falando de futilidade, mais futil te tornas. Apreciar coisas boas eh essencial, e o que eh bom eh relativo, entao nao julgue o que eu aprecio, faz bem a mim e nao faz mal a ninguem, entao vale. Apreciar pessoas boas eh muito mais relativo; todo mundo eh bom e ruim em algum momento, ou em todos eles, cada um da sua forma particular. Depois de algum tempo voce consegue diferenciar o que te faz bem do que te faz sentir bem... fazer sentir bem pode ser momentaneo e superficial. Nao quero deixar marcas por onde eu passo, quero plantar coisas boas na alma de cada um, pra que isso se multiplique. As coisas ruins, planto dentro de mim mesma, que vao embora comigo assim q eu tambem for, mas as coisas boas devem proliferar. E eu nao tenho muito tempo, por que a vida eh muito curta e o dia so tem 24 horas. Tudo passa diante de nossos olhos, nao eh necessario mudar o mundo, se voce conseguir mudar pelo menos o seu mundo pra melhor..fenomeno da multiplicacao; as pessoas ao seu redor serao assim tambem, e assim sucessivamente. Ser so mais um eh completamente razoavel quando voce faz o bem, afinal, se nao ser so mais um fosse o mais importante, Hitler seria santo.

domingo, 2 de maio de 2010

Pensamentos de um cachorro

Todos nos precisamos de um motivo razoavel pra viver, esperancas, sonhos... quais seriam os sonhos caninos? meu cachorro por exemplo agora esta parado olhando fixamente pro vidro da varanda, deve ta se vendo e pensando "sera q sou o unico da minha especie?" (eh q ele nao sai de ksa)... Sera que o sonho de todo cao eh realmente ser fiel ao dono ate a morte? Imagino o que o Yuri (meu cachorro preto e branco) pensa qnd olha pra mim, ou quando vai na varanda e fica pegando ar nos pelos. E quando voce ta caminhando na rua, e vem um cachorro na sua direcao, e fica aquela coisa estranha de quem vai pra qual lado, como acontece com duas pessoas tbm...sera q ele pensa "pra que lado eu vou?" ? E por que sera que cachorros que sao maltratados na maioria das vezes nao revidam? simplesmente ficam parados com o rabo entre as pernas apanhando? E volta o cao arrependido... Meu cachorro reclama quando nao tem comida no pote, ou quando nao estamos em casa... faz xixi em tudo quanto eh lugar pra dizer sem palavras que ta puto da vida com a gente. Seriamos nos o mundo dele? Nunca parei pra imaginar como eh ser o mundo de alguem. Quando ele ta com medo, ele corre pra perto de mim...ele sente seguranca ao meu lado? Nunca imaginei alguem se sentindo seguro perto de mim. O yuri eh meio maluco, mas tambem nao poderia ser outra coisa vivendo na casa que vive. Fico imaginando se ele tem vontade de conhecer o mundo do lado de fora desse apartamento, sera que ele sobreviveria? Somos 3 maes que nao criaram o filho pro mundo. Ele tem epilepsia as vezes, e quando volta ao normal nao reconhece a gente e fica meio brabo...entao ele eh brabo no instinto dele, mas como nos ama, eh sempre amigavel. Isso talvez prove o quanto os caes criam lacos de amor como qualquer outro ser humano. Quando ele para e olha pra minha mae, parece que a adimira mais do que ninguem, e nao eh pelo simples fato dela colocar comida e agua geladinha no pote dele, ele sabe o quanto ela o ama. Seria interessante ler os pensamentos dele, pra saber o que o faz ainda ser um cachorro bonzinho e nao rebelde, um caozinho que nao tem planos pro futuro, nao tem uma esposa nem filhos mas mesmo assim vive cada dia brincalhao e carente. Somos muito dependentes das coisas mundanas, por que nao somos como caeszinhos que vivem do amor dos que vivem com ele? Seria tao bom ...

sábado, 1 de maio de 2010

A minha matematica

Dizem que sao as pequenas coisas da vida que a dao significado, mas se sao essas coisas que fazem a vida valer a pena, elas nao podem ser pequenas, sao grandes e essenciais. Damos muita atencao pras coisas passageiras, coisas vazias ate, e as coisas e pessoas que nos fazem ser quem somos caem no esquecimento ou ficam em segundo plano. A culpa nao eh da rotina, nao eh da cultura, nao eh dos medos, o erro esta na gente que insiste em ser igual a todo mundo e a idealizar coisas que sao comuns e por isso valorizadas. Nao que o comum seja algo ruim so por ser comum, o ruim eh querer isso so por ser mais simples, mais previsivel, mais estavel. As grandes coisas e pessoas da nossa vida sao aquelas que ja temos, e que nos completam quando ninguem mais esta ali pra julgar seu pensamento, aquelas que renegamos talvez, aquelas que nao fazem parte do que planejamos, mas simplesmente aconteceram. Aquelas que mesmo que nao tenhamos, estao conosco, do lado de dentro, preenchendo. Linearidade acaba por cegar, e quando alguma coisa que nao estava programado acontece, nao sabemos nos equilibrar. E eh nessa hora que percebemos que as grandes coisas da vida, sao relativas, so existem se permitirmos que existam. Um cheiro, uma imagem, um texto, uma pessoa, varias pessoas, um animalzinho, alguem que aprendeu alguma coisa com a gente, alguem que ensinou alguma coisa pra gente, a nossa casa, a nossa familia, uma manha que mesmo que cinza nos alegra, um gosto, um olhar... Essas sao pequenas coisas? Nao pra mim. Essas sao todas as coisas que me formam, que me encaminham, que me caracterizam, que dao razao a minha existencia. Temos uma grande influencia no mundo, e o mundo inteiro tem influencia sobre nos, e somos nos que fazemos a nossa vida, sabendo diferenciar as pequenas das grandes coisas e pessoas.

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Anne Bradstreet.

Um dos poemas mais intensos que ja li. Ok, nao leio muitos, mas esse realmente deu pra sentir a intensidade. O ingles eh mais formal, entao, quem nao tiver familiarizado, o google eh uma boa ferramente pra traduzir palavras soltas, o que pode ajudar a entender o contexto. Esse poema foi uma carta ao marido dela.

A letter to her Husband, absent upon publick employment

"My head, my heart, mine Eyes, my life, nay more,
My joy, my Magazine of earthly store,
If two be one, as surely thou and I,
How stayest thou there, whilst I at Ipswich lye?
So many steps, head from the heart to sever
If but a neck, soon should we be together;
I, like the earth this season, mourn in black,
My Sun is gone so far in`s zodiack,
Whom whilst I `joy`d, nor storms, nor frosts I felt,
His warmth such frigid colds did cause to melt.
My chilled limbs now nummed lye forlorn;
Return, return sweet Sol from Capricorn;
In this dead time, alas, what can I more
Than view those fruits which through thy heart I bore?
Which sweet contentmente yield me for a space,
True living Pictures of their Fathers face.
O strange effect! now thou art Southward gone,
I weary grow, the tedious day so long;
But when thou Northward to me shalt return,
I wish my Sun may never set, but burn
Within the Cancer of my glowing breast,
The welcome house of him my dearest guest.
Where ever, ever stay, and go not thence,
Till natures sad decree shall call thee hence;
Flesh of thy flesh, bone of thy bone,
I here, thou there, yet both but one."

Sinceramente, muitisso bom, mas so cheguei a essa conclusao porque analisei. Entao, a quem interessar, vale muito a pena.

I S2 Anne! rsrs

terça-feira, 27 de abril de 2010

Os varios lados de uma so moeda.

O equilibrio do universo esta na diversidade e nem assim conseguimos lidar com ela. Nossas verdades quase sempre sao as unicas, nao tendo espaco para mais nada. O meu jeito de ser eh o certo. Ok, o que eh "o certo"? Provavelmente o certo, eh o que te faz feliz e ao mesmo tempo nao faz ninguem infeliz. Egoismo nao faz parte do "certo", e entao achamos a contradicao entre alguem que diz que so o seu proprio jeito eh o certo e que na verdade nao entende esse conceito, e o real sentido da palavra. A troca eh essencial, as diferencas acrescentam mais do que qualquer outra coisa. O processo espiritual e mental evolutivo do ser humano so ocorre quando ele se da conta de que nao eh o centro do universo, talvez do universo dele, mas nao do universo como um todo; e entao comeca nao a julgar, mas a criticar de forma construtiva as coisas e pessoas ao seu redor. O que me cansa pode te animar, o que me entristece pode te fortalecer, o que me consome pode fazer voce querer consumir o melhor da vida. O mundo em que vivemos eh o mesmo, e ao mesmo tempo, diferente para cada um. Ser individual nao eh ser individualista, eh manter a sua identidade no meio de tantas outras importantissimas identidades, e reconhece-las.

sábado, 24 de abril de 2010

Ou em frente, ou em circulos.




OS caminhos sao muitos, qual seguir? Quando conseguimos diferenciar sentimento e raciocinio? Afinal, quando decide que deve fazer algo usando a razao, nao eh pq vc sente que esse eh o melhor caminho a ser seguido? Os caminhos bons, sao bons para todos? Defina bom e ruim. Defina isso pra sua vida, e saiba que esse conceito pode mudar a qualquer momento, e que voce deve adaptar-se a isso. Assim como verdades nao sao absolutas, e assim como nada eh eterno, pense que o futuro eh incerto e que os caminhos sao feitos no hoje. Amanha nao se sabe se teremos escolhas, ou ate mesmo caminho algum para seguir. Acredito que por onde se percorre durante a vida nao eh necessariamente o que define aonde voce vai chegar, o seu destino final depende do seu carater, ou da sua boa vontade de construi-lo. As pessoas que andam junto contigo sao teus guias, e voce deve ser o guia delas. Nao esqueca que te foi dada a vida, e que voce eh responsavel pelo que faz com ela. Nao culpe o ambiente, nao culpe a floresta por ser cheia de buracos e nao culpe a si mesmo de ter caido, culpe a si mesmo se nao souber levantar. Ao perder-se na sua floresta interior, aproveite o clima, observe toda a movimentacao, e saiba sair dela antes que vire noite e os caminhos fiquem escuros demais.

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Pq voce nao morreu!

Escrevo porque voce nao morreu dentro de mim, porque todos os seus ensinamentos permanecem em mim, porque aprendo com voce a cada dia. Cada expressao minha - sangue do seu sangue - representa a importancia que voce teve nesse lado do mundo; e eu pensar no que te faria orgulhoso representa a importancia que voce tem no meu mundo, no meu lado de dentro. Grande parte da minha forca de vontade foi por querer ter pelo menos a metade do sucesso, que com 8 anos, eu ja enxergava que voce tinha. Todos os seus erros eu sei, e gosto de saber pois te tornam mais humano, e me deixam mais perto de voce. Gosto de ter os seus defeitos, gosto de ter seu signo e seus olhos. Gosto quando falam que eu te represento. Voce ficou vivo em mim, a sua essencia ainda faz parte desse mundo, pois eu faco questao de mante-la. Se existe um amor incondicional, eh esse; que nem a morte separa. Que morte? Voce nao morreu! Nao pra mim! Pra mim, voce viajou e me deixou aqui tomando conta de toda o resto, porque voce sabia que eu o faria direito, sem exitar. O conforto que eu sinto dentro de mim cada vez que penso em voce eh o que prova que todo mundo estava errado, voce nao morreu! A cada passo que eu der, pra frente ou pra tras, agradeco a voce por ter formado quem eu sou, mesmo que de longe,e junto com o resto da minha familia que faz esse mesmo papel aqui perto de mim. Escrevo porque adoro a saudade. Ela me faz sentir voce aqui me dando sermoes e congratulacoes. Escrevo porque eh a semana do seu aniversario, e dedico toda ela especialmente a voce. Comemorarei por voce. Com voce. Parabens pelo belo papel que voce desempenhou dentro de mim Pai. Amo voce! Reynaldo Jorge de Amorim Thosi. Esse EH o cara! =)

terça-feira, 20 de abril de 2010

Quanto vale a sua alma?

Os valores se perderam. Pra ser uma pessoa importante voce precisa ter dinheiro ou ser inteligente. As pessoas medem a sua importancia pelo que voce tem de mais comum: materia e QI. Inteligencia eh tao relativo. Ser inteligente nao tem a ver com seu nivel de graduacao, ou certificados na sua parede. Inteligente eh aquele que vive intensamente; eh aquele que sabe cuidar de quem ama,que sabe perdoar e que gosta de errar. Inteligente eh aquele que ri das proprias desgracas, pois sabe que nada eh eterno, entao o momento se torna precioso demais pra ser desperdicado com coisas superfulas. As pessoas se tornaram tao dependentes do que se chama inteligencia que esquecem de tirar suas proprias conclusoes. Ficou tao fortemente convencionado que leitura eh essencial que esqueceram de avisar as pessoas que foram outras pessoas que escreveram tudo aquilo que elas estao lendo, e que ninguem eh dono da verdade. Critica e auto-critica faz parte do mundo da inteligencia, e nao a repeticao de ideias hoje valorizadas e que muitas das vezes foram escritas por pessoas que nem nesse mundo mais vivem. As pessoas tendem realmente a virar Santas ou Sabias depois que morrem. Cada pessoa eh um mundo diferente, e eh a individualidade de cada mundo particular que deve ser apreciada, nao o que ela tem de mais parecido com o convencional.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

O Menestrel - William Shakespeare

"Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se. E que companhia nem sempre significa segurança. Começa a aprender que beijos não são contratos e que presentes não são promessas.Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança. Aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo.

E aprende que, não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam… E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais. Descobre que se leva anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la… E que você pode fazer coisas em um instante das quais se arrependerá pelo resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.

Aprende que não temos de mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam…
Percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa… por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas; pode ser a última vez que as vejamos. Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto.

Aprende que não importa onde já chegou, mas para onde está indo… mas, se você não sabe para onde está indo, qualquer caminho serve. Aprende que, ou você controla seus atos, ou eles o controlarão… e que ser flexível não significa ser fraco, ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem, pelo menos, dois lados. Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita prática.

Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se. Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha. Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens…Poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.

Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame não significa que esse alguém não o ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso. Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém…Algumas vezes você tem de aprender a perdoar a si mesmo.Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado.

Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar. Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, em vez de esperar que alguém lhe traga flores.

E você aprende que realmente pode suportar… que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida! Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar se não fosse o medo de tentar."


Texto escrito por William Shakespeare. Esse texto me ajudou muito em muitos momentos da minha vida, e mesmo que eu nao tenha escrito, resolvi postar aqui, pois faco das palavras dele, as minhas. No momento, dedicado a minha mae =)

Futuro do presente.

Eu fico pensando (e acho que todo mundo ja parou pra pensar nisso alguma vez na vida)no quao as coisas seriam diferentes, se elas fossem diferentes. Quais seriam as mudancas se simples coisas tivessem sido alteradas na minha vida. O destino eh um so, ou o futuro eh subjetivo? O curso da vida realmente eh uma coisa fixa ou muda de acordo com as escolhas que fazemos? A vida eh feita de escolhas? Ou o destino que nos faz escolher? Eu levo a vida muito a serio, acho que isso me impede de vive-la mais. Penso muito no futuro, no que pode acontecer amanha, esqueco do presente. Acho que isso eh normal, mas o futuro nunca chega. Pensar no futuro eh contraditorio, o futuro de ontem eh hoje, eu pensava nele e nao o estou vivendo. Que futuro eh esse? Quando ele acontece? A melhor epoca da vida eh a epoca que se esta vivendo, e a gente passa boa parte de todas as epocas pensando em epocas que ainda virao. Se eh que virao. O tempo nao para enquanto planejamos...sonhar eh importante, mas sonhar acordado eh a opcao. O que virah depois depende do que se faz hoje. Se voce nao eh feliz hoje, eh bem provavel que nao consiga ser feliz no "futuro", por que o nosso futuro realmente eh agora. E o que voce faz dele?

domingo, 18 de abril de 2010

Alem de tudo.

A garantia de que tudo que vivemos eh real eh o que temos de mais abstrato, os sentimentos. Quem nao sente, bom...isso nao existe. Que tentem explicar como uma reacao quimica, mas eu acredito na minha alma. O que nao tem explicacao incomoda um pouco, mas o fato eh que nem tudo na vida eh um calculo. Talvez seja por isso que chamam de ciencias humanas e ciencias exatas. Somos o oposto da exatidao. As mutacoes que sofremos durante toda a nossa vida, e o que decide que a nossa vida deve ser interrompida, talvez, mas so talvez, tenha a ver com a razao pela qual estamos aqui. Qual o nosso proposito. Ou sera que devo acreditar que estamos aqui sem proposito algum? O equilibrio esta nas missoes boas e ruins de cada um. Sem missoes ruins, as boas talvez nao fossem tao apreciadas. Apesar de que muitas missoes boas chegam ao fim sem nenhum apreco alheio. Mas o premio nao precisa ser necessariamente o reconhecimento, mas sim a satisfacao de ser quem se eh. Ter medo do desconhecido eh algo prudente. As pessoas nao fazem nem ideia do que as aguarda. Viver cada momento bom ou nao eh necessario para que no fim, tenha valido a pena passar por toda essa experiencia chamada vida, e estar preparado, para quem sabe,outras experiencias alem da vida. Sim, eu acredito no alem. Alem do que se pode ver, pra mim, eh o mais interessante.

sábado, 17 de abril de 2010

Qual a raiz quadrada de ...

O resumo seria realmente nascer, crescer, reproduzir e morrer? E pra que reproduzir? Pra outro Ser nascer, crescer, reproduzir, morrer e assim sucessivamente? Nao, tem algo por tras disso tudo! Tem que ter! Pra se tornar um pouco mais importante, pra dar um upgrade, seria somente a velha historia de plantar uma arvore, escrever um livro e mais alguma outra coisa? Ser reconhecido depois da morte? Alguma coisa ficou perdida no caminho. A chegada eh sempre mais importante que o caminho, nao importa. As respostas sao sempre mais admiradas que as perguntas. Mas o fato eh que...nao eh! O que eh mais importante? Depende...eh relativo. O que cada um quer pra sua vida? Independe do que se chama de "normal". O que torna cada um diferente dos demais? O que torna os demais, tao comuns? Nao importa. A resposta so existe pra acabar com a curiosidade, mas a curiosidade sobre o mundo tambem o move. Pessoas com pressa. Elas simplesmente tem pressa de que tudo acabe? Ou que coisas novas acontecam? E quando novas coisas acontecerem? Quanto tempo leva pra que elas deixem de ser novidade? Muitas interrogacoes no meu texto, meu texto reflete o que eu penso, o que eu penso reflete o que eu vivo, e quero continuar a viver fazendo perguntas inteligentes e nao simplesmente oferecendo respostas convencionadas a serem certas. Ser sabio nem sempre eh copiar um sabio. Ate porque isso tambem eh relativo, quem denominou essa pessoa um sabio? Pessoas sabias? Ou ignorantes que elegeram um novo lider? As vezes eu duvido ate do que eh realidade de fato, ou se o dicionario foi feito pra confundir nossas mentes.

Acordei do coma.

Porque eu tenho vontades momentaneas e vontades eternas. E por que nao comecar um paragrafo respondendo uma pergunta que nao foi feita? O blog ja tem um tempo, so que minha vontade de escrever estava um pouco perdida dentro de mim. Ela nao deixou de existir, so ficou esperando a hora do rebirth. Certas coisas e/ou pessoas instigam vontades, e outras matam a vontade como se ela nao fizesse sentido. Gosto de coisas e pessoas que me causem ambas as sensacoes (mais de pessoas...acredito mais em pessoas. Coisas mesmo que sendo concretas podem se tornar abstratas, e pessoas...bem, elas nunca deixam de ser pessoas, right?). Quando a gente acredita em alguma coisa (aqui "coisa" engloba tudo no mundo!), a gente tende a ter vontade de fazer parte daquilo, e nao tem problema ser ou deixar de ser quantas vezes quiser na vida,ate pq ela eh sua...a vida. Isso eh muito importante, querer coisas... mas o mais importante de tudo, eh saber nao querer mais, eh perder a vontade quando ela te causa tudo menos felicidade. Alias, felicidade eh muito relativo...E o que nao eh relativo? Ate meus olhos sao relativos. Vontade nao eh simplesmente uma coisa que dah e passa, eh o que faz parte de voce pro resto da vida, pra que a vida em si faca sentido. Isso quer dizer que comecar a escrever no meu blog foi essencial. Cada coisa que me faz usar o meu tempo em funcao de alguma outra coisa nao auto-destruitiva, eh uma boa vontade a ser cultivada.